Por que devemos acreditar no amor?

É, talvez eu tenha começado errado com esse título, afinal, se você começou a ler isso, é porque você acredita no amor e quis entender porque algumas pessoas deixaram de acreditar nele. Mas a realidade mesmo, é que o amor exige muito da gente, exige atenção, carinho, paciência, compaixão, companheirismo, atitude e muito de tudo isso em dobro. Só que normalmente, não estamos prontos pra viver um tipo de momento em que possamos nos doar para que funcione, porque amor também é doação. É preciso dar para receber, é preciso saber retribuir e, ainda sim, o amor é fazer isso tudo e não se esperar nada.

É difícil encontrar alguém que nos complete, que esteja disposta a se doar e que te faça se sentir livre para que você também faça o mesmo, talvez por isso que nós erramos, quebramos a cara e preferimos a ‘curtição’ invés do amor. E muitas vezes observamos as relações das pessoas ao nosso redor, e quando vemos o que ela passam por isso citado acima, nos sentimos desmotivados e chegamos a acreditar que realmente é melhor não se apegar. O amor só existe, se existir união, só vai existir história, se por trás existir uma verdade.

Então, não adianta culpar alguém, se culpar ou achar que nunca vai encontrar a pessoa certa. O amor vem até você, mesmo quando não estiver preparado, e a única coisa que precisará fazer, é estar de braços abertos, pra tentar viver anos de verdades ou aprender a sobreviver a dias de mentiras. O importante é sempre acreditar que nunca estamos prontos para amar, até que você sinta e amor. E ah, amigo(a)… O amor não tem idade, sexo e nem religião, ele não se preocupa com o que você está passando na vida, ele só vem e te muda. (Luis Junior)

Porque acreditar no amor

COMPARTILHAR
Luis Junior
Sou aquele garoto que amava os Beattles e os Rolling Stones.