Continue sendo você, quem te amar, será por ser exatamente assim.

Nunca estamos livres de esbarrar com alguém especial e isso acontece em várias fases e momentos da nossa vida, mas nem sempre esse alguém especial vem para ficar, nem sempre o sentimento brotado consegue crescer e aí vem a difícil e complicada tarefa de fazer morrer aquilo que insiste em florescer.

E aí vem a tarefa difícil de controlar os nossos impulsos, de deixar o celular de lado, de chorar em silêncio para ninguém ver, de parecer bem quando -na verdade- nada está bem. Vem a difícil tarefa de tentar esquecer os nossos “porquês”.

E, depois de se recompor, de um jeito desajeitado e confuso, você é surpreendido novamente por algo novo, forte o suficiente para abalar com toda a sua rigidez. E então você hesita em recomeçar, dá passos lentos, mas resolve ir. Tudo para estar maravilhosamente bem, quando algo dá errado e então parece que tudo volta à tona e você revive as mesmas marcas e cria novas feridas. E, sempre que algo de bom aparece, você está com os olhos tapados pela dor. Priva-se de viver algo novo por medo de se machucar e porque já não acredita mais que será diferente.

Não deixe sua autenticidade de lado, não deixe o seu sorriso mais bonito, não deixe de contar suas piadas e nem de achar graça nas coisas bobas. Não deixe de chorar em um filme de romance, você não precisa deixar de ser você para encontrar alguém, você só precisa continuar sendo quem você é, com a tua alma bonita e teu jeito encantador. Você só precisa encontrar alguém que veja a verdadeira beleza que há em você. Pois quando essa pessoa entrar na sua vida. Você completará a dela!

 

COMPARTILHAR
Pablo Souza

Me chamo Pablo, sou mineiro, tenho 20 anos. Não sou muito bom em falar de mim mesmo, nem teria muito o que falar. Mas é aquele ditado: “vamo fazer o que?”